Como funciona uma hasta pública:



O (A) senhor (a) leiloeiro (a) apregoa o (s) bem (ns) conforme disposto no edital e abre espaço aos lanços, os quais (lanços) são ofertados, em regra, de viva voz pela parte interessada.

Há casos em que somente no ato do pregão é que são informados os débitos atualizados que incidem sobre o bem.

A pessoa (física e/ou jurídica) que oferte o maior lanço é declarada arrematante.

Pode ter mais de um arrematante desde que de comum acordo, ou seja, uma pessoa pode arrematar, por exemplo, 80% do imóvel e outra pessoa arrematar 20%.

Após a arrematação é lavrado o auto de arrematação e são feitos os pagamentos conforme o edital.

Em regra pagam-se a caução de 30% do lanço no ato de os outros 70% em até 15 dias, mas isto, repita-se, dependerá do edital, uma vez que há Juízo que determina o pagamento integral de imediato, ou mesmo uma caução de 20% e os outros 80% em até 24 horas.

Em suma, cada Juízo tem autoridade para definir o edital conforme seu entendimento.

Há ainda a possibilidade de parcelamento do pagamento, porém, desde que seja dada caução, porém, nestes casos somente após o pagamento integral do lanço é que será dado seguimento à desocupação e ao registro do bem.

Ainda no ato da arrematação deverão ser pagos a comissão do (a) senhor (a) leiloeiro (a) de, em regra, 5% mais o ISS (0,25%), tudo conforme o edital, além de 50% de nossos honorários.

Para nos contratar clique aqui (“Cadastre-se”).